24 dezembro 2009

Campos de Trigo



Mesmo quando deixo o blog abandonado, sempre posto nos feriados principais (Páscoa, Dia Internacional de Neiriberto, Ano Novo e Natal). Mas hoje tô com um bloqueio – coisa chique, me faz parecer escritor de verdade.

O fato é que não sei o que dizer ou o que quero dizer.

Ou se se tem o que dizer.

Duas vezes agora esse mês o pequeno príncipe ressurgiu na minha vida – acho uma pena ele ter se tornado livro de miss. Sabia que eu atuei numa montagem de escola do pequeno príncipe? No século passado, claro. Fui super bem. Eu fazia o rato. Que rato? Aquele do planeta que só tinha o rei e um monte de ratos. Ok, nevermind.

Minha parte favorita (e de um monte de gente que lê o livro) é quando ele, o principezinho, conhece a raposa e esta pede pra que ele a cative. Ele diz que não tem tempo, tem lugares a conhecer e amigos a fazer. Você só faz amigos de verdade quando os cativa, retruca a raposa.

- E o que é cativar?

- Eu não como pão. Os campos de trigo pra mim não tem serventia alguma, nem me dizem nada. Mas se tu me cativas, quando olhar pros campos de trigo ficarei feliz, pq eles são dourados, e seus cabelos são dourados como os campos de trigo, então quando eu ver os campos me lembrarei de ti. E ficarei feliz pq serás importante pra mim.

Desejo que hoje você possa se lembrar de um monte de coisas que um ano atrás não tinham nenhum significado pra você e que te fazem feliz só de você olhar pra elas, pq elas te recordam que esse ano você não só sobreviveu, mas cativou e foi cativado.

hoje é um dia especial pq lembra que um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e seu nome é maravilhoso...


Nenhum comentário: