15 dezembro 2005

Romance pós-moderno



"Não acha que está na hora de mudarmos de status no Orkut?"

11 dezembro 2005

Identidade


A gente (eu?) se preocupa tanto em ser perfeito. Em fazer tudo certo e na hora exata. Em falar, andar, se comportar da maneira apropriada, otimizadora, maximizadora. Há tanta coisa aqui dentro que eu nem ouso conhecer direito.

Tenho medo de começar a chorar e nunca mais conseguir parar. As coisas acontecem e atropleam a gente e nem entendemos ou resolvemos ou assimilamos elas e já há outras coisas.

Há tanto que eu não entendo, e mais ainda que fica correndo under my skin e que eu nem ouso prestar atenção.

Minha fragilidade me assusta, mas não mais do que minha resiliência.

e assim começa...